• Redação da Rádio Nova Era

WhatsApp desiste de limitar funções para quem não aceita sua nova política


O WhatsApp desistiu de restringir funcionalidades do seu aplicativo para os usuários que não aceitaram a nova política de privacidade, em vigor desde 15 de maio.


Uma página de suporte da empresa afirma que "no momento, não há planos para exibir lembretes de maneira persistente nem limitar as funcionalidades do app".


No início de maio, a plataforma avisou usuários que uma notificação para o aceite da política seria exibido com mais frequência e, com o tempo, algumas funções deixariam de funcionar.


Um dia antes de os novos termos entrarem em vigor, um acordo com autoridades brasileiras garantiu que as funções seriam mantidas por pelo menos 90 dias.


Por enquanto, o WhatsApp abriu mão de aplicar essas restrições.


"Os usuários que não aceitaram a atualização terão oportunidades para fazê-lo diretamente no app, como ao registrar-se novamente no WhatsApp ou ao usar pela primeira vez um recurso relacionado a essa atualização", explicou o aplicativo na página de suporte.

1 visualização0 comentário