• Redação da Rádio Nova Era

Sites do Governo do Paraná são invadidos por hackers


Segundo o Portal G1, os sites do Governo do Paraná foram invadidos por hackers, na noite desta sexta-feira (16). Ao abrir as páginas, o internauta recebe a mensagem: "imposto é roubo".


Abaixo da frase, há indicação de quem seja o responsável pela ação. Na assinatura está um perfil do Twitter nomeado como @NDAmazonas.


Pela lista dos "Noias do Amazonas", foram invadidos mais de 70 sites ligados ao governo. Entre as páginas atacadas estão:


Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar)

Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen-PR)

Agência Estadual de Notícias (AEN)

Governo do Estado do Paraná

Polícia Militar do Paraná (PM-PR)

Controladoria Geral do Estado do Paraná (CGE-PR)

Polícia Civil do Paraná (PC-PR)

Secretaria Estadual da Saúde do Paraná (Sesa)

Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes)

Instituto Água e Terra (IAT)

Casa Civil do Paraná

Instituto de Pesos e Medidas (Ipem)

Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec)

Corpo de Bombeiros do Paraná

Conselho Estadual dos Direitos da Mulher

Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar)

Conselho Estadual de Trânsito do Paraná (Cetran-PR)

Secretaria de Estado da Ciência Tecnologia e Ensino Superior (Seti)

Centro Cultural Teatro Guaíra

Complexo Hospitalar do Trabalhador (CHT)

Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres

Secretaria da Justiça, Família e Trabalho

Biblioteca Pública do Paraná (BPP)

Defesa Civil do Paraná

Conselho Paranaense de Ciclomobilidade

Defensoria Pública do Paraná

Superintendência Geral de Inovação

Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina

Museu da Imagem e do Som

Grupo de Educação Fiscal do Paraná

Hospital Dr. Anisio Figueiredo Zona Norte de Londrina

Cartão Comida da Boa

Academia Policial Militar do Guatupê

Portal Paranaense da Micro e Pequena Empresa.


Em uma publicação no Twitter, eles escreveram: "Aconteceu algo engraçado com o Paraná", seguido de várias fotos com as páginas fora do ar.


O que diz o governo

Por meio de nota, o Governo do Paraná afirmou que os portais sofreram tentativas de invasão nas camadas superficiais de segurança.


"Assim que o problema foi detectado, a Celepar iniciou todos os protocolos de segurança e restabelecimento para que, em breve, os sites do Governo do Paraná retomem a normalidade".


Até a publicação desta reportagem, o governo não sabia dizer se os dados estão preservados.

1 visualização0 comentário