O imóvel de R$ 6 milhões do senador Flávio Bolsonaro


A Corregedoria do Tribunal de Justiça do Distrito Federal decidiu instalar um procedimento administrativo para apurar suposta omissão de dados na escritura pública da mansão comprada pelo senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). A informação foi divulgada pelo jornal "O Estado de S. Paulo" e confirmada pela TV Globo.


Segundo o jornal, a cópia da escritura, entregue pelo 4.º Ofício de Notas do Distrito Federal, recebeu tarjas pretas em 18 trechos, que contêm informações como documento de identidade, CPF, CNPJ e renda dos compradores.

6 visualizações0 comentário