Novo Código Eleitoral impede Moro de disputar eleições em 2022


A Câmara deve votar hoje o texto do novo Código Eleitoral, que pode impedir uma possível candidatura de Sergio Moro nas eleições de 2022. Isso porque uma mudança de última hora estabelece uma quarentena de cinco anos para candidaturas de promotores, juízes e policiais que deixarem os cargos.


O movimento é uma reação dupla não só às bancadas policiais, que ganharam visibilidade com a ascensão do bolsonarismo, mas também a integrantes do Ministério Público e da magistratura, que ganharam impulso eleitoral principalmente na esteira da Lava Jato. Além da quarentena de cinco anos, outros pontos devem ser discutidos, como o uso do fundo partidário; os recursos para mulheres e negros e o fim do sistema próprio da Justiça Eleitoral.

2 visualizações0 comentário