Ministro Pazuello está sob muita pressão


Eduardo Pazuello deixará o comando do Ministério da Saúde? A resposta para a pergunta deve sair nesta segunda-feira (15). O ministro está sob muita pressão. Ele diz que segue à frente da pasta e que o presidente da República, Jair Bolsonaro, não pediu que entregue o cargo. Também negou que esteja doente.


Não estou doente, o presidente não pediu o meu cargo, mas o entregarei assim que o presidente pedir. Sigo como ministro da saúde no combate ao coronavírus e salvando mais vidas”, afirmou.


Mas não é bem assim: Pazuello está mesmo ameaçado de perder o cargo. Prova disso é que Bolsonaro se reuniu no domingo (14) com a médica Ludhmila Hajjar, cotada para assumir a pasta. O nome dela é defendido pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).


Desgastada, a atuação do ministro é criticada em razão do agravamento da crise sanitária.

6 visualizações0 comentário