Mandetta depoe na CPI da covid-19


Em depoimento à CPI da Covid no Senado, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse que o governo federal não quis fazer campanha de comunicação oficial contra a doença. Também afirmou que uma minuta de decreto presidencial propôs que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alterasse a bula da cloroquina para que o medicamento fosse indicado no tratamento da Covid-19. Mandetta declarou ainda que Bolsonaro se aconselhava sobre a pandemia com fontes de fora do Ministério da Saúde. O ex-ministro falou por mais de sete horas.


Hoje, quem fala da CPI é Nelson Teich, que sucedeu Mandetta. Já o depoimento do general Eduardo Pazuello ficou para o dia 19.

1 visualização0 comentário