Eleitores do Chile decidem por ampla maioria que país terá nova Constituição


Eleitores decidiram por ampla maioria que o Chile terá uma nova Constituição. A decisão foi tomada pela população em plebiscito histórico organizado neste domingo (25), um ano depois da onda de protestos que tomaram o país. Os alvos foram principalmente a classe política.


A partir de agora, os chilenos devem escolher quem comporá a comissão constituinte. Depois que o novo texto for debatido e aprovado por esse grupo, outro plebiscito — provavelmente em 2022 — decidirá se o Chile adotará ou não a nova Constituição.


O atual documento data da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990), mas sofreu emendas e modificações que a tornam bem diferente do texto formatado pelos militares décadas atrás.


Fonte: G1

2 visualizações0 comentário