• Eduardo Pasqualin

Criminosos se passam por TeleSUS e clonam WhatsApp



O dfndr lab, laboratório de segurança digital da PSafe, alerta ter recebido diversos relatos sobre novas tentativas de golpe simulando ligações do Ministério da Saúde. Aproveitando-se do fato de que o TeleSUS está entrando em contato com cidadãos para obter informações sobre o novo coronavírus por meio do telefone 136, criminosos sequestram o WhatsApp da vítima. É possível que mais de 641 mil pessoas tenham sido afetadas pela fraude.


Emilio Simoni, diretor da empresa, explica como tudo funciona: “O criminoso entra em contato com a potencial vítima para solicitar uma suposta pesquisa sobre os sintomas da COVID-19, se passando por um representante do Ministério da Saúde. Então, a pessoa recebe um código no celular e o criminoso pede para informá-lo. Contudo, o que a vítima não percebe é que este código se trata de um PIN de seis dígitos que libera acesso à sua conta do WhatsApp. Ao fornecê-lo, ela tem a conta bloqueada em seu celular e liberada no aparelho do atacante. A partir daí, a vítima tem seu WhatsApp clonado”.

A simulação é muito próxima de um contato real, já que, aparentemente, os golpistas estão estudando como profissionais da saúde idôneos realizam suas abordagens.


Para evitar transtornos, lembre-se que o SUS não solicita dado pessoal sensível algum, como dados de cartões de crédito, números de contas bancárias e, claro, códigos enviados a seu telefone. Caso isso ocorra com você, ignore imediatamente a solicitação.


Tecmundo

19 visualizações

Av. Paraná, 540 - Centro

Borrazópolis - Paraná

WhatsApp:

(43) 9 9981-6178

Fixo (PABX):

(43) 3452-1233

Comercial:

(43) 9 9639-3516

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Twitter

RÁDIO NOVA ERA AM 540 | Uma empresa do Sistema Nova Era de Comunicação
Direção: Valdinei Del Grande | Site: Eduardo Pasqualin