CPI da Covid


Quem depõe hoje é Marcellus Campêlo, secretário de Saúde do Amazonas quando o estado ficou sem oxigênio nos hospitais, no início do ano. Campêlo também é investigado pela suspeita de desvios na construção de um hospital de campanha e foi preso pela PF no início do mês. Solto 5 dias depois, deixou o cargo. Essa linha de investigação na CPI que mira o mau uso de verba federal nos estados é defendida por governistas para evitar que o foco fique só em Bolsonaro e seus colaboradores.


Investigados

Eduardo Pazuello, Ernesto Araújo, Fabio Wajngarten e Mayra Pinheiro vão passar de testemunhas a investigados pela CPI, disse o relator Renan Calheiros (MDB-AL), após ter se reunido com o presidente da Comissão, Omar Aziz (PSD-AM), e o vice-presidente, Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Ele confirmou os quatro nomes e antecipou que o número de investigados pode chegar a dez.


Os quatro já foram ouvidos pela CPI como testemunhas e foram questionados sobre a demora na compra das vacinas, a insistência do governo em divulgar e distribuir remédios que não funcionam, a crise de Manaus e os ataques à China.


Fonte: G1

6 visualizações0 comentário