O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou que não vai cumprir a decisão de um juiz de Brasília que impede a nomeação do senador Renan Calheiros como relator da CPI. A comissão vai investigar as omissões do governo federal no combate à pandemia e o uso do dinheiro da União por governadores e prefeitos. Atendendo a um pedido da deputada Carla Zambelli – fiel aliada do presidente Jair Bolsonaro – o juiz Charles Frazão de Morais concedeu uma liminar para barrar a nomeação de Renan.

3 visualizações0 comentário