Café da manhã do brasileiro acumula alta de 9,4% em doze meses


Um levantamento feito pelo pela Fundação Getulio Vargas apontou que o café da manhã do brasileiro acumula alta de 9,4% nos últimos 12 meses. O índice é ligeiramente mais baixo que a inflação do mesmo período, que ficou em 9,6%.


O café em pó disparou 28% e o pãozinho, que também não pode faltar na primeira refeição do dia, subiu 8,13%. Outros itens analisados também registraram alta: o queijo minas subiu 12% e a margarina aumentou 24%.


A inflação do café da manhã só não pesou mais no bolso do consumidor porque o leite longa vida registrou pequena variação, de 0,67%.

0 visualização0 comentário