Brasil e Argentina divergem sobre protocolos sanitários para reabertura da Ponte da Fraternidade


A ponte que liga Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, à Porto Iguaçu, na Argentina,pode ser reaberta em breve, mas os governos estaduais das duas localidades enfrentam um impasse nos protocolos sanitários. O Governo de Misiones, província argentina onde fica Porto Iguaçu, quer a apresentação de teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 72 horas antes da entrada no país e a obrigatoriedade de um passaporte-saúde com vacinação contra a covid-19. Este último item não teria sido incluído pela governo paranaense e por isso o protocolo foi rejeitado pelas autoridades argentinas.

3 visualizações0 comentário