Bolsonaro diz que determinará a volta de bandeira 'normal' na conta de luz em novembro


Em setembro, o governo criou um novo patamar de bandeira tarifária para fazer frente à crise de energia. A bandeira escassez hídrica representou uma alta de quase 50% em relação à bandeira vermelha 2, que era a mais cara nos últimos meses. A previsão do Ministério de Minas e Energia era que a nova bandeira tarifária ficaria em vigor até abril de 2022. Mas o presidente quer que ela seja suspensa já em novembro.

9 visualizações0 comentário