Bolsonaro é denunciado à ONU após posar com criança segurando fuzil de brinquedo


Cerca de 80 entidades ativistas pelos Direitos Humanos denunciaram o presidente ao Comitê dos Direitos das Crianças da ONU (OHCHR). O garoto, que aparenta ter menos de seis anos, vestia uma farda da polícia na foto. Uma carta também foi enviada ao Conselho Tutelar de Venda Nova, em BH.


O presidente da República promove uso de armas utilizando crianças, caracterizando cenas imorais, sobretudo no que diz respeito à honra não só dos jovens ali presentes, mas de toda criança ou adolescente”, dizem as entidades na manifestação.


Os grupos entendem, ainda, que a conduta do chefe do Executivo “corrompe toda a moralidade e dignidade que uma criança faz jus”.


Cumpre registrar que não se trata de criticar as atuações dos policiais, mas fazer uso de crianças e de suas imagens sem nenhum pretexto legal, respaldando-se em uma ideologia de violência e falsa segurança sob a autoridade do chefe de Estado”, prosseguem as entidades na manifestação.


Entenda

Na última quinta (30/9), uma criança fantasiada de policial se sentou do lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com um fuzil de brinquedo durante a cerimônia de sanção do projeto de obras do metrô de Belo Horizonte e do lançamento da pedra fundamental do Centro Nacional de Vacinas.


7 visualizações0 comentário