Morre cantora Marília Mendonça em queda de avião em Minas Gerais


A cantora Marília Mendonça, de 26 anos, e mais quatro pessoas morreram na tarde desta sexta-feira (5) após a queda de um avião de pequeno porte perto de uma cachoeira na serra de Caratinga, interior de Minas Gerais.


"Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e copiloto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria uma apresentação esta noite. De momento, são estas as informações que temos.", informou em nota a assessoria da cantora.


A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) divulgou nota dizendo que o avião atingiu um cabo de uma torre de distribuição da empresa, em Caratinga, no Vale do Rio Doce.


O avião, um bimotor King Air da Beech Aircraft, fabricado em 1984, decolou de Goiânia e caiu em uma cachoeira a 2 quilômetros da pista onde faria o pouso, segundo informou a Polícia Militar mineira. A aeronave tinha capacidade para 4,7 mil quilos e podia levar até 6 passageiros.


A cantora estava indo para um show em Caratinga. Antes de embarcar fez um vídeo em que aparece entrando no avião e publicou no Twitter.

Os corpos da cantora Marília Mendonça, do tio e assessor dela Abicieli Silveira Dias Filho e do produtor Henrique Ribeiro foram liberados pelo Instituto Médico Legal de Caratinga, no interior do Minas Gerais, na madrugada deste sábado (6), depois que advogados da família da artista chegaram para cuidar dos trâmites burocráticos com a funerária. Ainda faltam ser liberados os corpos do piloto, Geraldo Martins de Medeiros Júnior, e do copiloto, Tarciso Pessoa Viana. A família ainda não compareceu ao IML.


VELÓRIO - O velório está previsto para começar às 13h no Ginásio Goiânia Arena. A Secretaria Municipal de Mobilidad