Anvisa alerta sobre proibição de ‘chá emagrecedor’ após morte de mulher


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alertou que produtos com a marca “50 Ervas Emagrecedor” estão proibidos no Brasil desde 2020, por não estarem regularizados como medicamentos.


O comércio de mercadoria com propriedades terapêuticas não autorizadas é atividade clandestina.


O alerta se dá após a morte de uma mulher que tomou o chá emagrecedor. A agência destacou que o “50 Ervas Emagrecedor” não pode ser classificado como alimento ou suplemento alimentar, pois “contém ingredientes que não são autorizados para o uso em alimentos”.

21 visualizações0 comentário